Auto biografia artística virtual. Registros de eventos, resenhas, desenhos, crônicas, contos, poesia marginal e histórias vividas. Tudo autoral. Quando não, os créditos serão dados.

Qualquer semelhança com a realidade é verdade mesmo.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Política Não se Discute

A crônica abaixo eu reproduzo, por se de autoria do meu primo César Sanches, que apesar de médico, pratica a escrita nas horas vagas.
Mais crônicas dele podem ser vistas aqui: https://www.facebook.com/sounminuto/

Quem nunca ouviu esta frase em uma roda de amigos?  Realmente assumir uma postura política nos dias atuais é uma questão bem delicada. Em redes sociais então, o problema torna-se ainda maior. A impressão que se tem é que se posicionar e defender ideais bem definidos é algo perigoso.
Enquanto o "comunismo puro", marxista, referia-se a uma sociedade sem classes, sem Estado e livre de  opressão; neste país, os "comunistas" lutam por um Estado forte, oprimem qualquer pensamento diferente e dividem a população em pobres (Pessoas que dependem do Estado) e elite facista (Qualquer um que não tenha um pensamento de esquerda).
A direita é vista como os defensores da ditadura militar (Que para alguns não foi ditadura, mas um "regime militar de exceção"). São os "privatizadores do futuro". Afeitos a moral e bons costumes, conservadores, defensores da tradicional família. Adotam discursos de igualdade social e divisão de riquezas, o que não é nada "conservador". Na prática, a direita no Brasil é qualquer idéia que "se diz oposta" a esquerda.
Existem ainda os "liberais", que surgem reforçados em uma imagem de equilíbrio, que busca o melhor da esqueda e da direita. Carregam bandeiras como o Estado mínimo, porém eficiente, com menos burocracia e muitas privatização. Na prática são tão "direita" quanto os partidos de direita. Só não apareceu os de extrema-direita, ainda, porque se a direita já é vista como "apoiadores da ditadura", um grupo extremo seria visto como uma um braço do terrorismo jihadista.
Assim temos uma situação bem peculiar: uma esquerda que não é esquerda, uma direita que é semelhante a esquerda, o liberal que é igual a direita e ainda os que se dizem de extrema-esquerda, centro-esquerda, centro-direita que na prática são todos a mesma coisa. Realmente a política brasileira é bem "complexa". Segue a máxima das rodas de bar... "melhor não discutir", e cuidado ao defender um partido, porque nem nossos políticos têm seus ideais definidos.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Caradurismo de Políticos

Incrível como esses "senhores" (pra não usar um baixo calão) ainda debocham do povo brasileiro, esnobando todos os seus benefícios de marajás.