Auto biografia artística virtual. Registros de eventos, resenhas, crônicas, contos, poesia marginal e histórias vividas. Tudo autoral. Quando não, os créditos serão dados.

Qualquer semelhança com a realidade é verdade mesmo.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Encomenda para AB Groovy

             Texto feito de encomenda para o amigo Engenheiro Musical/Músico Adriano Brandão, que atende pelo nome artístico de AB Groovy. Depois da última frase, entrariam os contatos do personagem abduzido.



Pelas ruas de uma cidade grande um carro de propaganda seguia vagarosamente anunciando em bom tom de voz pelo alto falante no teto do veículo:
- Produções musicais; engenharia de som; sonoplastia para películas artísticas, de propagandas, organizacionais ou diversas; DJ; composição de arranjos para música pop, eletrônica, nativa ou erudita; músico; consultor técnico; diretor musical e muito mais. Tudo isso num só profissional. AB Groovy é o especialista que você procurava. Seja pessoa física, organização não governamental, empresa privada, órgão institucional ou governamental, pode ser satisfeita com os serviços de AB Groovy. Não deixe de fazer contato para encontrar a perfeição sonora desejada.
O homem na direção do carro repetia incessantemente este marketing através de um microfone de cabeça enquanto dirigia.
No sentido contrário caminhava na calçada um rapaz engravatado que escutou o anunciado e retrucou:
- Caramba! Este é o cara que eu procuro pra encaixar na equipe que estou montando para a produção do filme. Quero encontrar esse tal de AB Groovy.
O homem do carro de propaganda percebeu o interesse do transeunte e complementou no microfone:
- Estou seguindo ao encontro pessoal do próprio AB Groovy. Em cinco minutos estarei chegando até ele no próximo quarteirão. Interessados, podem me acompanhar.
O engravatado abriu um sorriso e passou a seguir o carro, que andava numa velocidade fácil de ser acompanhado.
Enquanto o texto se repetia pelo alto falante, um rastafári fumando na calçada escutou e balbuciou:
- Pô, bicho! É nessa marra que vou conseguir mixar o meu álbum de reggae. – e passou a seguir o carro também.
Não demorou muito e uma moça de blazer, saindo de uma porta, escutou o anúncio e pensou consigo:
- Opa! Parece que encontrei o profissional que estou precisando para dar o curso de som digital em nossa faculdade. – imediatamente passou a seguir o automóvel também.
Logo na sequência, um garoto cabeludo com jaqueta de couro viu aquela movimentação e prestou atenção no que era dito no alto falante. Sem demoras, o rockeiro deixou escapar as palavras:
- Esse é o cara que eu preciso falar pra remasterizar o áudio do CD da minha banda. – e passou a fazer parte dos seguidores do carro de som.
Ao ver toda aquela aglomeração caminhando, um publicitário ouviu o áudio que saia do alto falante do carro e imaginou:
- Esse AB Groovy vai me auxiliar nos jingles de minha agência. – e também passou a seguir aquilo que mais parecia uma procissão.
O dono de um circo, que também passou a seguir o carro, perguntou de um outro seguidor:
- Mas afinal, quem é este tal de AB Groovy?
O outro respondeu de imediato:
- Parece que vamos saber agora.
A comitiva chegou no final de uma rua, justamente na frente de um prédio que parecia ter acabado de ser arrancado do chão e agora só demonstrava seu terreno vazio com apenas seus fundamentos.
O homem do carro com alto falante, parecia não acreditar no que estava vendo com seus olhos, saiu do carro e postou-se frente ao terreno junto com seus seguidores que olhavam tudo atônitos.
Logo, do nada, materializou-se a cerca de vinte metros acima do terreno uma nave espacial que ali se encontrava invisível, e antes que qualquer uma das pessoas boquiabertas apresentassem algum tipo de reação, ouviu-se uma voz metálica:
- Terráqueos! Procuramos por toda galáxia um ser vivo capaz de atuar em uma quantificação sonora nossa. Como este ser humano conhecido como AB Groovy foi o único capacitado para tal em milhares de anos luz, teremos de levá-lo conosco para traçar nossos objetivos.
A nave sumiu, sem mais explicações, deixando todas aquelas pessoas sem saberem o que fazer.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Quadro de Vinil da Janis Joplin

         Comecei a produzir peças decorativas com discos em vinil. O primeiro é o exposto abaixo com Janis Joplin em destaque. O intuito é vender com um preço bem acessível e provavelmente terceirizar com alguma lojinha de rock de conhecido. Este tipo de quadro também produzirei via encomenda, com escolha do artista retratado.


quinta-feira, 17 de abril de 2014

Palestra Naturismo e Meio Ambiente

Palestra que ministrarei dentro de alguns dias.

Ecologista e naturista há vários anos, o administrador de formação Mário Orestes Silva busca, por meio do debate sobre o tema "Meio Ambiente e Naturismo", expor de forma didática e acessível a simbiose que existe entre o ser humano e a natureza, bem como as mudanças que essa relação mais próxima, entre nós e o meio que nos cerca, pode causar na perspectiva e no modo de vida de muitas pessoas e de comunidades inteiras.

Com este intuito, nesse encontro a partir das 20h da segunda-feira de 19/05/2014, gratuito e aberto tanto aos acadêmicos da UEA quanto ao público externo em geral, será apresentada de modo simples e esclarecedor a filosofia do naturismo e como esse movimento encontra-se organizado nos cenários local, nacional e global.



quinta-feira, 10 de abril de 2014

Making Off da Exposição Natal em Quadrinhos

        Eu apareço momentaneamente neste vídeo, mas o que mais me agradou nele é a exibição de meu quadro "Natal de Juiz Dredd" que absurdamente foi censurado na exposição, além da ótima trilha sonora com Twisted Sister.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Camiseta da Woodstock Discos como Prêmio

         Em janeiro eu tive a surpresa de ser premiado com uma camiseta da lendária loja/selo Woodstock Discos através do podcast Wikimetal. Para participar concorrendo, bastava criar uma frase a respeito do heavy metal. Gosto muito do estilo, tenho e escuto várias bandas, mas não sou nenhum headbanger fanático por ser maleável a outros estilos musicais. Meio que sem querer, enviei a frase, pois não custa nada mandar um e-mail escrito em alguns minutos. Colou!
           Em algum episódio depois, há uma gravação em áudio (solicitada pela organização do pod) comigo revelando o prêmio ganho (que mico!).
           A confirmação oficial e a frase podem ser conferidas no link abaixo.

A camiseta original da lendária loja e selo Woodstock Discos